O portal de notícias do Sul da Bahia

Acusado de matar filho de Carlinhos de Jesus é condenado a 16 anos

mar 17, 2017


O Conselho de Sentença do 1º Tribunal do Júri do Rio condenou, nesta quinta-feira, o policial militar Miguel Ângelo da Silva Medeiros pela morte do músico Carlos Eduardo Mendes de Jesus, o Dudu, filho do coreógrafo Carlinhos de Jesus. Ele cumprirá pena de 16 anos e quatro meses de prisão, em regime inicial fechado, além de perder o cargo de policial. O julgamento durou dois dias.O outro acusado, o também PM André Pedrosa dos Santos, que teria informado a Miguel a localização do cantor, foi absolvido pelos jurados, que concluíram não haver provas no processo que o incriminassem. Ele teve a prisão preventiva revogada. A sentença foi lida em plenário, por volta das 20h pelo juiz Gustavo Direito, que presidiu o julgamento iniciado na tarde de quarta. O Ministério Público anunciou que vai recorrer da absolvição de André, e a defesa, contra a condenação de Miguel. O filho do dançarino e coreógrafo Carlinhos de Jesus, Carlos Eduardo Mendes de Jesus, conhecido como Dudu, tinha 32 anos, quando foi morto a tiros na madrugada de 19 de novembro de 2011, quando saía de um bar em Realengo, na Zona Oeste do Rio de janeiro. Dois homens chegaram numa moto e dispararam oito vezes contra o cantor, que morreu na hora.

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>