O portal de notícias do Sul da Bahia

out 12, 2018 | 8:11

Dez funcionários da Emasa afastados por determinação judicial

Dez funcionários da Emasa afastados por determinação judicial

Dez funcionários da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) foram afastados após operação das polícias civil e militar e do Ministério Público Estadual (MP-BA) nesta quarta (10). O afastamento foi determinado pelo juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Itabuna. O processo corre em segredo de justiça.O afastamento dos funcionários é temporário, segundo confirma a própria direção da Emasa. Ontem, além do afastamento, a justiça determinou a busca e apreensão de documentos na sede da empresa, na Rua São Vicente de Paulo, no centro da cidade.A presidência da Emasa, por meio de nota, disse ter atendido “prontamente a ordem do Sr. Juiz de Direito da 1ª vara Criminal da Comarca De Itabuna/BA, colaborando com o cumprimento das diligências”.A diretoria relaciona a ação a atos de gestões passadas, quando dois funcionários da empresa foram presos, em 2016, por atos de corrupção durante a mais grave crise de falta d´água no município. A diretoria disse que “reafirma o compromisso de colaborar com o Poder Judiciário com o fim de preservar a confiabilidade e imagem da...

Itabuna pode ter multas anuladas

A vereadora Charliane Sousa (PTB) deu entrada na Câmara de Itabuna em um pedido de informações sobre a aplicação de multas por guardas civis municipais. “Eles estão prestando um serviço paralelo na Secretaria de Segurança e Trânsito”. O pedido foi aprovado por unanimidade.O centro do pedido são duas portarias da Prefeitura publicadas no Diário Oficial, a 31/2017 e a 06/2018, que incluem os guardas municipais no convênio com o Detran da Bahia. Eles têm apenas o ensino fundamental, mas a função de agente de trânsito requer nível médio completo.”Eles foram alocados numa função técnica sem nenhum tipo de curso de trânsito, que é exigência e está previsto na Portaria 94/2017 do Denatran, considerando o disposto na Resolução n° 168/2004, do Conselho Nacional de Trânsito”.“O meu papel é fiscalizar. Caso haja comprovação de ausência dos requisitos, tomarei as medidas judiciais cabíveis, solicitando o cancelamento de todas as multas lavradas pelos GCM’s, por entender que eles não tem competência na aplicabilidade das mesmas”.O secretário da Sesttran, Gilberto Santana, vem sendo...

out 10, 2018 | 7:37

Vereadora apura irregularidade nas multas da guarda municipal

Vereadora apura irregularidade nas multas da guarda municipal

A vereadora Charliane Sousa (PTB) apresentou nesta terça-feira (9) um requerimento pedindo informações sobre a competência de Guardas Civis Municipais– GCM’s que estão aplicando multas durante o serviço paralelo na Sesttran (Secretaria de Segurança e Trânsito) em Itabuna. O pedido foi aprovado por unanimidade. A indagação da edil em questão provoca o poder executivo esclarecer sobre capacitações dos servidores mencionados para atuarem também com agentes de trânsito. Segundo a vereadora, em Itabuna, ocorre uma particularidade, pois os GCM’s vieram de um concurso público com exigência nível Fundamental e os Agentes de Trânsito vieram de um concurso público com exigência Nível Médio. Nesse sentido, foi publicado no Diário Oficial do Município, duas portarias 31/2017 e 06/2018 tornando – se público os GCM’s que fariam parte do convênio. Outrossim, os GCM’s foram simplesmente impelidos para esta função técnica sem nenhum tipo de curso de trânsito, que é previsto na Portaria 94/2017 do Denatran – Departamento Nacional de Trânsito, considerando o disposto na Resolução Contran – Conselho Nacional...

set 28, 2018 | 8:56

Servidor denuncia irregularidade na Sesttran e é afastado pelo secretário

Servidor denuncia irregularidade na Sesttran e é afastado pelo secretário

O município de Itabuna continua se superando nas questões inusitadas. Diante de tanto descaso e irregularidades cometidos pelo atual secretário de segurança (ops!), transporte e trânsito – Sesttran, Gilberto Santana, como o afastamento de agentes e guardas municipais que cobraram salários atrasados, criação de equipe para fiscalizar os demais colegas, nesta quinta-feira, 27, ocorreu outro absurdo.Segundo apurou o Blog iPolítica, após um servidor denunciar o uso de uma moto da secretaria para fins particulares, ao invés de punir o infrator, o secretário decidiu afastar o denunciante. O veículo oficial foi encontrado estacionado ao lado do Shopping, no Jardim Vitória. De acordo com o denunciante, a moto permaneceu no local por mais de uma hora, sem nenhuma ação oficial ou ordem de serviço.

set 27, 2018 | 7:53

Prefeito de Itabuna é punido pelo TCM por omissão em pagamento de multa

Prefeito de Itabuna é punido pelo TCM por omissão em pagamento de multa

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes de Oliveira (DEM), e o ex-prefeito, José Nilton Azevedo Leal, foram punidos pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) pela omissão na cobrança de multas aplicadas pelo TCM, o que acarretou na sua prescrição.De acordo com o órgão, os gestores foram notificados a respeito das multas de R$20.672,00, R$1mil e R$3 mil e apenas José Nilton apresentou defesa. Com a atualização da multa, os  valores totalizam R$ 43.980,95.Os gestores foram punidos com a obrigação de ressarcimento, com recursos pessoais, para os cofres municipais, de R$10.618,47 para Fernando e R$33.362,48 para José Nilton.“A omissão, dolosa ou culposa, que possibilita qualquer perda patrimonial, desvio, apropriação ou dilapidação, constitui um ato de improbidade administrativa com lesão ao erário” – observou o relator. O atual gestor, Fernando de Oliveira, também foi advertido quanto ao seu dever de adotar providências necessárias para garantir a cobrança das multas impostas pelo TCM.Cabe recurso na...

set 26, 2018 | 7:54

Prefeitura assume a gestão da Upa Monte Cristo, mas pacientes reclamam de falta de medicamentos

Prefeitura assume a gestão da Upa Monte Cristo, mas pacientes reclamam de falta de medicamentos

A Unidade de Pronto Atendimento (24 horas), no bairro Monte Cristo, foi reaberta na noite de segunda-feira (24). A UPA estava fechada desde a semana passada por conta de uma dívida de cerca de R$ 3 milhões da Prefeitura de Itabuna com o Instituto Bom Jesus, que foi contratado em março para gerenciar os serviços. O município é acusado de atrasar o pagamento e não fazer os repasses integrais dos valores estabelecidos em contrato.A UPA será administrada diretamente pela Secretaria Municipal de Saúde, o que deve reduzir em mais de 50% as despesas para a manutenção. O município tinha um contrato com o Instituto Bom Jesus de R$ 960 mil mensais, valor considerado muita acima da média do pago para a manutenção de unidades de mesmo porte instaladas em outros municípios.A Prefeitura de Itabuna informou nesta terça-feira (25) que um processo administrativo será instaurado para apurar a decisão do instituto de suspender o atendimento. O secretário interino de Saúde, Jozimar Salles de Aguiar, é quem vai coordenar o processo. Ele está no cargo desde quarta-feira (19), quando o médico Isaac Nery pediu exoneração.A UPA 24 horas...

set 21, 2018 | 8:30

Após confusão, diretor do Centro de Cultura é exonerado

Após confusão, diretor do Centro de Cultura é exonerado

Esta semana ocorreu uma confusão no Centro de Cultura Adonias Filho, em Itabuna, onde um grupo ligado ao candidato a presidência, Bolsonaro, realizou uma reunião e entrou em rota de colisão com um grupo de capoeirista que estava realizando atividade no local. De acordo com informações o diretor do Centro de Cultura já teria liberado por algumas vezes o espaço para reuniões políticas, contrariando a legislação eleitoral. Por conta da confusão e repercussão, foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira (20) a exoneração do coordenador do Centro, Cláudio Henrique da Silva Lyrio e a da inspetora do sistema educacional, Hilmara Bintencout da Silva, uma vez que a ilegalidade da reunião poderá causar problemas futuros para o Centro. (PSB)

set 21, 2018 | 7:42

Crise na Saúde: sai mais um secretário e Upa fecha

Crise na Saúde: sai mais um secretário e Upa fecha

A Unidade de Pronto-Atendimento (Upa) do bairro Monte Cristo, inaugurada no mês de março em Itabuna, fechou as portas na manhã desta quinta-feira (20), deixando desassistida a população de quatro bairros. O encerramento das atividades foi o estopim de uma série de problemas que se arrastam desde a inauguração. Os funcionários, por exemplo, estão com os salários atrasados há três meses e fizeram greves de vários momentos. Os médicos também abandonaram seus postos, pela falta de insumos e irregularidade na remuneração. Localizada no bairro Monte Cristo, a Upa acumula uma dívida que chega a R$ 3 milhões por atraso de salários dos funcionários, que pediram demissão. A representante do setor jurídico disse que o instituto deveria receber um repasse de R$ 960 mil mensal, mas só recebeu integralmente durante dois meses. Depois, segundo a representante, o pagamento só foi feito de maneira parcial, até ser suspenso totalmente. Ainda de acordo com o Instituto Bom Jesus, em agosto, um ofício foi enviado a Secretaria de Saúde para cobrar o pagamento das parcelas em atraso, mas o município não respondeu. Em setembro, a...

set 18, 2018 | 7:48

Após Expoita, Fenacouro também é cancelada em Itabuna

Após Expoita, Fenacouro também é cancelada em Itabuna

Estava previsto para ser realizada em Itabuna em outubro a tradicional Fenacouro, feira de moda e variedades. O blog Políticos do Sul da Bahia apurou que a feira foi cancelada, já que não conseguiu comercializar a Fenacouro, ou seja, a crise foi o principal empecilho. Vale lembrar que outro evento foi cancelado na cidade por conta da crise, foi a Exposição Agropecuária de Itabuna (Expoita), que não será realizada esse ano.

set 18, 2018 | 7:44

Itabuna não paga salário de julho

Itabuna não paga salário de julho

A Prefeitura de Itabuna não enviou nenhum representante para a audiência no Ministério Público do Trabalho. O encontro foi marcado pelo procurador Ilan Fonseca, mas nem o prefeito Fernando Gomes nem um representante compareceu. Segundo o sindicato, as partes haviam sido notificadas previamente. Durante o encontro, a presidente do Sindserv, Wilmaci Oliveira, relatou a dramática situação dos funcionários públicos de Itabuna, que somente receberam o pagamento de julho na terça. A sindicalista diz que cerca de 500 contratados continuam sem receber os salários de julho. Além disso, Wilmaci revelou que todos estão muitos apreensivos e preocupados com o salário de agosto, que não tem prazo para ser pago. “Há servidores que percebem apenas um salário mínimo e estão com dois meses sem pagamento. Tem gente passando fome”, denuncia Wilmaci, acrescentando que o Sindserv fará uma campanha para arrecadar alimentos para os trabalhadores em dificuldades. Wilmaci também denunciou casos de assédio moral e perseguição aos servidores, tendo citado a situação dos agentes de trânsito, que foram afastados de suas funções pelo...

set 14, 2018 | 8:17

Prefeitura de Itabuna ignora notificação do MPT

Prefeitura de Itabuna ignora notificação do MPT

Os servidores municipais de Itabuna acusam o prefeito Fernando Gomes de total descaso ao não enviar representantes para audiência agendada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) para a tarde de quarta-feira (12). O encontro foi marcado pelo procurador do Trabalho,Ilan Fonseca de Souza, mas ninguém apareceu para representar a Prefeitura de Itabuna, que tinha sido notificada previamente. Durante o encontro, a presidenta do Sindicato dos Servidores e Servidoras Municipais de Itabuna (Sindserv), Wilmaci Oliveira, relatou ao procurador a dramática situação vivida pelos funcionários públicos de Itabuna. Ela contou que o pagamento de julho só foi feito na terça-feira (11). “Isso para os efetivos, porque cerca de 500 contratados continuam sem receber”, reclamou. A sindicalista disse que todos estão muitos apreensivos e preocupados com o salário de agosto. “Há servidores que percebem apenas um salário mínimo e estão com dois meses sem pagamento e sem nenhuma perspectiva. Tem gente passando fome”, disse Wilmaci, acrescentando que o Sindserv fará uma campanha para arrecadar alimentos para os trabalhadores em...

ago 24, 2018 | 7:33

Parto na recepção de hospital em Itabuna;família fala em negligência médica

Parto na recepção de hospital em Itabuna;família fala em negligência médica

A estudante Sabrina Santos Pereira, 16 anos, deu à luz um bebê na recepção do Hospital Manoel Novaes, em Itabuna,  enquanto aguardava atendimento.O fato ocorreu no último sábado . Segundo a pediatra Fabiane Chaves,não houve negligência e sim falta de vaga para o atendimento. Mas a mãe, informou ela, foi assistida por uma enfermeira.“Senti medo”, revelou Sabrina, que ficou revoltada com o acontecimento inesperado; ela e toda a família. “O pai segurou o bebê na hora parto, senão ele teria caído”, disse a sogra de Sabrina, Silvana Souza, ao mostrar sua indignação.No dia seguinte, a estudante recebeu alta do hospital, que a internou logo após o parto, e foi para casa com o filho. Ambos passam bem.

ago 23, 2018 | 8:43

Dançarino de pagode é acusado de estuprar menina de 13 anos em palco

Dançarino de pagode é acusado de estuprar menina de 13 anos em palco

O dançarino da banda de pagode “O Cafetão”, que não teve a identidade revelada, vai responder por denúncia de estupro após ser filmado dançando no palco, simulando o ato sexual, com uma adolescente de 13 anos.Nas imagens, que circulam nas redes sociais, mas não podem ser reproduzidas por se tratar de uma menor de idade, o dançarino aparece segurando a cabeça da menina e pressionando contra seu órgão genital.O show ocorreu no último sábado (18), no município de Muritiba, no Recôncavo Baiano. O caso está sendo apurado pelo Ministério Público do Estado da Bahia, após denúncia do Conselho Tutelar da cidade.O advogado da banda informou que nenhum dos integrantes do grupo havia sido intimado até o momento, mas estão à disposição para esclarecer qualquer dúvida sobre o fato.

ago 22, 2018 | 7:33

Comércio aponta prejuízos com manifestações na Cinquentenário

Comércio aponta prejuízos com manifestações na Cinquentenário

Afastamento de consumidores, insegurança nas lojas, desordem no trânsito. Estes são alguns dos tantos problemas percebidos por entidades do comércio de Itabuna, com as frequentes manifestações na avenida do Cinquentenário. É o caso da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Sindicom (Sindicato do Comércio Varejista) e ACI (Associação Comercial de Itabuna), que cobram providências da Prefeitura.Segundo o presidente da CDL, Carlos Leahy, não se trata de questionar os motivos nem a forma como as manifestações são feitas. “Apenas o local que é inadequado, porque prejudica totalmente o movimento do comércio, prejudica o trânsito de Itabuna. Não somente na Cinquentenário, mas também outras avenidas, como Beira Rio, Inácio Tosta, as transversais e cria realmente um grande tumulto. Os consumidores não vão ao comércio, porque sabem que existe um grande engarrafamento”, argumenta.Ele chama atenção para o fato de delinquentes aproveitarem as manifestações para entrar em lojas e roubar e coloca outro local como alternativa para os atos públicos acontecerem. “Minha opinião é que deveria ser feito na Praça Adami ou em...

ago 21, 2018 | 7:36

Efetivos reclamam de privilegios no pagamento a comissionados, enquanto amargam meses de atraso de salário

Efetivos reclamam de privilegios no pagamento a comissionados, enquanto amargam meses de atraso de salário

Parte dos funcionários municipais está na bronca com o prefeito Fernando Gomes.Entre os motivos estão o não recebimento do salário de julho e o critério adotado para o pagamento em lotes, com preferência para aqueles considerados aliados, segundo denunciam os efetivos. Eles afirmam que neste mês o governo municipal decidiu privilegiar os ocupantes de cargos comissionados, contratos temporários e funções gratificadas.Os funcionários efetivos reclamam que o correto seria pagar o salário de todos até o quinto dia útil do mês, e não privilegiar quem está no cargo temporariamente. “Inclusive os secretários já receberam o salário de julho. Já nós, que ganhamos em média um salário mínimo, estamos sem saber quando eles vão liberar o nosso dinheiro. Parece perseguição porque não concordamos com a maneira como o prefeito quer mudar o nosso estatuto”,queixa-se um grupo de...