O portal de notícias do Sul da Bahia

ago 31, 2018 | 8:04

Sarampo faz primeira vítima em Itabuna

Sarampo faz primeira vítima em Itabuna

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou, nesta quinta-feira (30), que uma mulher de 22 anos foi atendida em Itabuna com os sintomas de sarampo.A Vigilância Epidemiológica já foi acionada para recolher material da paciente para análise em laboratório e o resultado deverá ser conhecido em até 10 dias. A coordenadora da Rede de Frios de Itabuna, Camila Silva Brito, explicou que será coletado sangue para sorologia, mas adiantou que as características clínicas e o histórico da paciente indicam tratar-se realmente de sarampo. A coordenadora não deu detalhes sobre o estado de saúde da mulher e também não informou em qual bairro a paciente mora. Se confirmado, será o primeiro caso da doença no sul da Bahia. A campanha de vacinação contra a pólio e sarampo em Itabuna deverá ser encerrada nesta sexta-feira (30). O município informou que não acatará a recomendação do Ministério da Saúde para prorrogar a vacinação por mais um dia para tentar aumentar a quantidade de crianças imunizadas contra as duas doenças. A alegação é que um dia a mais de campanha não faria muita diferença. A meta em Itabuna é vacinar 11.360...

ago 20, 2018 | 8:19

Epidemias de zika e chikungunya podem voltar com força no verão

Epidemias de zika e chikungunya podem voltar com força no verão

A poucos meses do início do verão, especialistas alertam que o Brasil pode voltar a sofrer com epidemias de Zika e Chikungunya. Apesar da redução da incidência de casos este ano, as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti podem voltar a ter força a partir de dezembro ou janeiro de 2019, quando já terá passado o período da primeira onda de surto em alguns estados.O pesquisador colaborador da Fundação Oswaldo Cruz em Pernambuco Carlos Brito, disse que o país se dedicou mais nos últimos dois anos no estudo dos impactos do Zika, devido ao surto e a perplexidade causada pelos casos de microcefalia nos bebês. Ressaltou, no entanto, que mesmo assim o país continua despreparado para atender novos casos das arboviroses, principalmente de Chikungunya.“Na verdade, deixou-se um pouco de lado a Chikungunya que, para mim, é a mais grave das arboviroses. E as pessoas geralmente nem têm ciência da gravidade, nem estão preparadas para conduzir a Chikungunya. É uma doença que na fase aguda não só leva a casos graves, inclusive fatais, mas deixa um contingente de pacientes crônicos, que estão padecendo há quase dois anos...

ago 15, 2018 | 7:44

Ilhéus registra mais de 60% das mortes por AIDS no sul da Bahia e é a segunda em mortes , no estado

Ilhéus registra mais de 60% das mortes por AIDS no sul da Bahia e é a segunda em mortes , no estado

Ilhéus, Camacan, Itabuna e Una estão entre os municípios baianos que mais notificaram novos casos de Aids neste ano e estão na lista dos 10 com maior número de mortes causadas pela doença no estado. Os dados levantados pelo PIMENTA junto à Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde mostram que Ilhéus é a segunda na Bahia em quantidade de óbitos por Aids.Entre 1º de janeiro e o início deste mês foram notificadas 18 mortes de pessoas adultas no município do sul da Bahia. Em todo o Estado, Ilhéus só teve menos óbitos que Salvador, que registrou 48 ocorrências, sendo 46 envolvendo pessoas adultas. Jequié, no sudoeste baiano, aparece na terceira colocação no ranking estadual, com seis mortes causadas pela doença.Além de Jequié, aparecem Camacan e Itabuna, com quatro mortes cada uma. Também Una aparece no ranking dos municípios baianos com maior número de mortes causadas pela Aids neste ano. Foram registrados três óbitos de adultos. Em todo o estado já são 113 mortes de adultos e crianças, conforme os dados oficiais.No ano são 2.114 notificações de novos casos de Aids na Bahia. Os municípios com mais...

jul 11, 2018 | 7:31

Aids matou quase 100 pessoas na Bahia neste ano ;9 mortos são de Ilheus

Aids matou quase 100 pessoas na Bahia neste ano ;9 mortos são de Ilheus

A Bahia registrou, no primeiro semestre, quase 1.900 novos casos de Aids, sendo que 95 adultos e uma criança não resistiram à doença. Salvador (42), Ilhéus (9), Jequié (6) e Feira de Santana (6) são as localidades como maior quantidade de mortes no estado, conforme levantamento feito nesta terça-feira (10) pelo PIMENTA.De acordo com dados da Secretaria de Saúde da Bahia, proporcionalmente,  Camacan é a localidade no estado com maior número de mortos neste ano. Já são quatro óbitos no município de pouco de mais de 33 mil habitantes. Em Itabuna, por exemplo, que possui mais de 220 mil moradores, foram notificadas duas mortes.Além de Camacan, Ilhéus e Itabuna, duas mortes foram registradas em Una. Mais de 160 novos casos de Aids foram confirmados nos municípios sul-baianos primeiro semestre, sendo que 89 em Itabuna. As demais ocorrências foram em Buerarema, Canavieiras, Camacan, Ilhéus, Itacaré, Itajuípe e Una.No extremo sul, os municípios com maior quantidade de novos casos de Aids  foram Eunápolis (20),  Mucuri (22),  Porto Seguro (27) e Teixeira de Freitas (25). Houve mortes em Porto (2) e Teixeira 92). No sudoeste...

jun 28, 2018 | 7:55

Bahia tem 27 mortes causadas por H1N1

Bahia tem 27 mortes causadas por H1N1

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) informou que até o sábado (23) foram notificados 206 casos do vírus Influenza pelo subtipo H1N1, com 27 deles evoluindo para óbito.Foram confirmados casos de H1N1 em 51 municípios e os óbitos ocorreram em 15 deles. Salvador registrou 13 mortes. Os outros municípios foram Apuarema (1); Camaçari (1); Feira de Santana (1); Irará (1); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (1); Monte Santo (1); Morro do Chapéu (1); Retirolândia (1); Saúde (1); Sapeaçu (1); Serrinha (1); Uruçuca (1) e Vitória da Conquista (1).A faixa etária de maior ocorrência foram os maiores de 60 anos e menores de cinco anos. Foram 59,25% das mortes nesses grupos.

jun 19, 2018 | 8:32

Uruçuca registra primeira morte por H1N1 no sul da Bahia

Uruçuca registra primeira morte por H1N1 no sul da Bahia

Uma pessoa do município de Uruçuca não resistiu ao subtipo A H1N1 da gripe, conforme a Secretaria de Saúda da Bahia (Sesab). Não foi informado qual o sexo, idade nem se a pessoa contraiu a doença na localidade onde morava. É o primeiro óbito confirmado no sul da Bahia neste ano, segundo o boletim epidemiológico.De acordo com os dados oficiais, no período de 1º de janeiro a 9 deste mês, foram notificados 181 casos de gripe do subtipo A H1N1 e 22 mortes no estado. Foram notificados também 1.231 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 93 óbitos. São 241 baianos que contraíram algum tipo gripe.Foram confirmados casos de A H1N1 em 49 municípios, entre os quais Itabuna, Eunápolis, Uruçuca, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Salvador, que notificou 12 mortes causadas pela doença. Os demais óbitos ocorreram Apuarema, Camaçari, Irará, Lauro de Freitas, Retirolândia, Saúde, Sapeaçu, Serrinha, Uruçuca e Vitória da...

jun 18, 2018 | 7:42

Com 13%, índice de infestação de aedes aegypti é de alto risco

Com 13%, índice de infestação de aedes aegypti é de alto risco

Em Itabuna, no sul da Bahia, os dados coletados pelos agentes de endemias no Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa), em maio deste ano, apontam que o índice de infestação do mosquito aedes aegypti é de 13,1%.A taxa é considerada como alto risco pelo Ministério da Saúde, já que a pasta classifica como de alto risco, infestações acima de 3,9%.O bairro com maior índice de infestação é o Sarinha, onde 56% das casas e apartamentos tem focos do mosquito, apontou a pesquisa.Além de dengue, o mosquito aedes aegypti chikungunya e zika. Para acabar com os focos, o coordenador de endemias de Itabuna, Roberto Goés, falou ao G1 sobre as ações da prefeitura para reduzir o índice de infestação, mas também disse que é importante a ajuda da população para acabar com os focos do mosquito.“Nós temos atividades permanentes em toda a cidade. Nós estamos fazendo a pulverização focal e espacial também”, disse Roberto...

jun 11, 2018 | 7:19

Ministério da Saúde aponta Itabuna e Ilhéus entre os municípios que correm risco de surto de dengue, zika e chikungunya

Ministério da Saúde aponta Itabuna e Ilhéus entre os municípios que correm risco de surto de dengue, zika e chikungunya

Dezenas de municípios baianos podem enfrentar um surto de dengue, zika e chikungunya, entre eles Itabuna (13,1%) e  e Ilhéus (11,6%), segundo um novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), divulgado ontem (8), pelo Ministério da Saúde. Segundo o MS, em Itabuna, por exemplo, de cada 100 imóveis pesquisados, pelo menos 13 apresentaram larvas do mosquito Aedes aegypti. A situação é parecida em Ilhéus. Lá, os agentes de combate a endemias encontraram criadouros em 11 de cada 100 imóveis visitados.Os municípios de Buerarema (9,1%), Ibicaraí (10,2%) e Itapé (8,1%) também enfrentam esse risco, assim como Camacan, Itapitanga, Jussari, Canavieiras, Itajuípe e Mascote.

jun 7, 2018 | 7:52

Bahia confirma 20 mortes causadas pela H1N1

Bahia confirma 20 mortes causadas pela H1N1

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) atualizou, nesta quarta-feira (6), os dados sobre a situação da gripe na Bahia. Com relação ao último boletim, divulgado no dia 29 de maio, houve aumento de 10 casos do subtipo da gripe A H1N1, passando de 164 para 174 ocorrências da doença neste ano. Já são 45 municípios com registro de pessoas que contraíram à gripe, dois a mais que o levantamento anterior.Ainda de acordo com a Sesab, até o dia 2 de junho, foram notificados 1.166 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 87 óbitos. Dentre esses casos, 225 foram confirmados para Influenza, incluindo os 174 do subtipo A H1N1. Foram confirmadas 20 mortes causadas pela doença, sendo que 12 delas ocorreram em Salvador.

jun 5, 2018 | 7:33

Itabuna notificou 10 casos de meningite e uma morte

Itabuna notificou 10 casos de meningite e uma morte

A meningite já casou 27 mortes em 16 municípios baianos neste ano. Em Itabuna, foi confirmado um óbito e 10 pessoas foram diagnosticadas com a doença. Outra morte causada pela meningite, no sul da Bahia, ocorreu em Jussari, na semana passada.A vítima foi o aposentado Manoel Ferreira de Oliveira, de 75 anos, que morreu na quinta-feira (31), dois dias depois de ser internado em estado grave no Hospital de Base de Itabuna. O diagnóstico para o morador de Areia Branca, distro de Jussari, foi da meningite bacteriana.Além de Itabuna e Jussari, neste ano a meningite já causou mortes em Alagoinhas (1), Catu (1), Correntina (1), Euclides da Cunha (1), Eunápolis (1), Feira de Santana (2), Irecê (1), Itaberaba (1), Jequié (1) e Juazeiro (2). Foram registrados óbitos também em Porto Seguro (1), Salvador (9), Santo Antônio de Jesus (1) e Vitória da Conquista (2).Na Bahia, foram notificados 319 casos da doença, dos quais 124 em Salvador. No interior, os municípios com maior quantidade de ocorrências são Vitória da Conquista (69), Feira de Santana (35), Juazeiro (12) e Bom Jesus da Lapa (11). Itabuna e Jussari não foram os únicos...

jun 1, 2018 | 7:31

Idoso diagnosticado com meningite morre no sul da Bahia

Idoso diagnosticado com meningite morre no sul da Bahia

Um idoso da cidade de Jussari, na região sul da Bahia, morreu por volta das 6h de hoje (31) com diagnóstico de meningite bacteriana feito pelo Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães em Itabuna, também no sul da Bahia.Manoel Ferreira de Oliveira, 75 anos, chegou à unidade médica na última terça-feira (29), em estado grave. O idoso morava no distrito de Areia Branca, em Jussari. De acordo com informação do Hospital de Base, Manoel chegou ao local desorientado e com um caso grave de otite, uma infecção no ouvido. Com a suspeita de que a situação tivesse evoluído para meningite, a inflamação da membrana que reveste o sistema nervoso central, o cérebro e a médula espinhal, o paciente foi isolado. Um exame posterior confirmou o diagnóstico de meningite bacteriana.

mai 30, 2018 | 8:32

Bahia registra 19 mortes por H1N1

Bahia registra 19 mortes por H1N1

  A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) atualizou, na tarde desta terça-feira (29), os dados sobre os casos de gripe na Bahia. Entre 1º de janeiro até dia 26 deste mês foram  notificados 1.090 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 82 óbitos.Dentre esses casos notificados nos municípios, 209 foram confirmados para Influenza, sendo 164 pelo subtipo A H1N1, com 19 deles evoluindo para morte dos pacientes. Com relação ao boletim da semana passada, houve aumento de uma morte e registro de mais 11 novos casos. Eram 153 casos confirmados e 18 mortes.De acordo com a Sesab, no mesmo período de 2017 foram notificados 275 casos de SRAG, com 21 mortes. Dentre os casos informados pelos municípios, 23 foram confirmados para Influenza, sendo dois casos de A H1N1 e nenhuma morte causada pela doença.Neste ano, foram confirmados casos de A H1N1 em 43 municípios baianos e as mortes ocorreram em nove deles. Salvador registrou 11 óbitos. As outras localidades foram Apuarema, Camaçari, Irará, Lauro de Freitas, Retirolândia,  Saúde, Serrinha e Vitória da...

mai 24, 2018 | 7:25

Sobe para 18 o número de mortes por H1N1 na Bahia

Sobe para 18 o número de mortes por H1N1 na Bahia

A Secretaria de Saúde da Bahia confirmou, nesta quarta-feira (23), a primeira morte causada em Vitória da Conquista pelo vírus da gripe H1N1. Não foram informados detalhes sobre a pessoa que não resistiu à doença no município do sudoeste da Bahia. O boletim epidemiológico da Sesab mostra ainda que o número de mortes provocadas pela doença subiu 15 para 18 no estado.Em Salvador, já são 11 mortes de pessoas que contraíram a gripe H1N1. Os demais óbitos foram confirmados em Camaçari, Irará, Lauro de Freitas, Retirolândia, Saúde, Serrinha, além de Vitória da Conquista. O número de casos registrados da doença passou de 114 para 153 em 39 municípios baianos. Os dados são referentes ao período de 1º de janeiro a 19 deste mês.Nesse período, segundo a Sesab, foram notificados 966 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 76 óbitos. Dentre esses casos, 193 foram confirmados para Influenza. No mesmo período de 2017 foram notificados 241 casos de Síndrome Respiratória Grave, com 20 óbitos. Dentre eles, 20 foram confirmados para Influenza, sendo dois casos de Influenza A H1N1 e nenhum óbito pelo...

mai 16, 2018 | 7:25

Bahia registra 14 novos casos de H1N1

Bahia registra 14 novos casos de H1N1

A Secretaria de Saúde da Bahia divulgou, nesta terça-feira (15), dados atualizados sobre o número de pessoas com  H1N1 no estado. De acordo com o boletim epidemiológico da Sesab, subiu de 100 para 114 o número de casos confirmados da gripe e aumentou também a quantidade de municípios com doentes. Já são 27 localidades com casos confirmados, contra 24 do levantamento anterior.O número de mortes causadas pela H1N1 segue inalterado, com 15 óbitos em seis municípios. Salvador é a localidade com maior quantidade de mortes de pessoas que apresentaram os sintomas da doença. De 1º de janeiro até sábado (12) foram 10 óbitos. Outros municípios com mortes confirmadas são Camaçari, Lauro de Freitas, Retirolândia, Saúde e Serrinha.

mai 14, 2018 | 7:50

Itabuna: Após 4 micos encontrados mortos, bairro é pulverizado contra febre amarela

Itabuna: Após 4 micos encontrados mortos, bairro é pulverizado contra febre amarela

Após quatro micos serem encontrados mortos até a última sexta-feira (11), no bairro de Vila Zara, em Itabuna, a vigilância epidemiológica realizou uma pulverização na região com o objetivo de prevenir qualquer possível foco do aedes aegypti. Isto porque a morte dos animais levanta suspeita de que o vírus da febre amarela possa estar circulando no local, e o mosquito é o vetor da doença, assim como também é o transmissor da zika e da chikungunya. De acordo com informações do G1, a pulverização deve se repetir a cada três dias. Também segundo a publicação, as causas das mortes dos micos ainda não foi confirmada, mas o Centro de Controle de Zoonoses de Itabuna coletou material para análise no Laboratório Central de Salvador (Lacen). Não há, entretanto, previsão de data para o resultado dos exames.