O portal de notícias do Sul da Bahia

Pais denunciam descaso com a educação infantil em Itabuna

mai 18, 2018

Moradores de vários bairros estão aflitos com o funcionamento precário das creches da rede pública em Itabuna.Pais e mães se queixam que vêm perdendo oportunidade de emprego desde o ano passado porque não têm onde deixar seus filhos. Eles apontam diversos problemas no Centro Municipal de Educação Infantil Gil Nunesmaia, no Jorge Amado; na Escola e Creche Ester Gomes, no Lomanto Júnior; e nas unidades Santa Maria Goretti e Elzo Pinho de Magalhães, no Mangabinha.São uma infinidade de problemas que a Secretaria de Educação de Itabuna deveria ter resolvido antes do início do ano letivo.As unidades sofrem com falta de professores e monitores, salários atrasados, telhados quebrados, descargas de banheiros sem funcionar e até fiação elétrica exposta, colocando a vida de funcionários e das crianças em risco.Os pais reclamam que a creche Santa Maria Goretti está funcionando em apenas um turno porque o salário está atrasado.A diretora Ieda Novais admitiu que as aulas foram suspensas durante três dias na semana passada porque os monitores estavam há quase dois meses sem receber salário e não compareceram para trabalhar.Na Elzo Pinho de Magalhães, o problema é a falta de monitores, segundo a diretora da unidade de educação infantil. Somente três monitores estão trabalhando no turno da manhã. Entre os que sofrem com a situação está o pedreiro Jean Paulo Neves, que precisa sair do trabalho mais cedo para buscar o filho, que deveria ficar na creche nos dois turnos. “Quando é 11 horas, tenho que buscar. Quem toma conta dele no restante do dia é minha sogra, mas não é sempre que ela está disponível”.No Centro Municipal de Educação Infantil Gil Nunesmaia, a situação de descaso se repete. Por causa da falta de pessoal, as crianças só têm aula das 7h30min às 13h30min. Há necessidade da contratação de mais dois professores, além de monitores e um segurança.Além disso, os banheiros das crianças não estão funcionando porque as descargas estão quebradas.

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>